Resenhas, artigos e contos

Resenhas, artigos e contos

Jornada Escritor: Recomeçar



No que diz respeito a minha humilde carreira de escritor, já experimentei esse verbo inúmeras vezes. Sabia desde o início, quando coloquei na cabeça que esse era o meu futuro, as dificuldades que enfrentaria; uma delas, para mim a mais difícil até agora, é a conclusão de um romance. Já encerrei e reiniciei vários projetos, mas nunca deram certo. Faltava maturidade da minha parte, acredito. De qualquer forma, tudo o que escrevi até hoje serviu como experiência literária, portanto, não foi nenhuma perda de tempo os capítulos de histórias abandonadas. A única coisa que lamento é que os leitores dessas histórias tiveram de se conformar com o abrupto encerramento, horas perdidas de uma leitura que nunca chegou ao fim. Para eles, pedi mil desculpas, e fiz a promessa de que no futuro retomaria essas histórias como um escritor cuja linguagem seria mais madura do que aquela que conheceram. Por isso, pedirei mais mil desculpas para os leitores de Dracocídio.
Sim, o projeto de publicar um capítulo por mês dessa saga de fantasia provou-se insustentável. A ideia era mantê-la online e gratuitamente em várias plataformas de leituras, porém, nesse meio tempo em que foram publicados apenas 10 capítulos, percebi (ou descobri) que a escrita simultânea de duas obras é extenuante, e, o mais terrível de tudo, diminui a qualidade dos textos, visto que o foco sobre cada uma delas é menor. Às vezes não sabia se escrevia o Dracocidio ou o livro que quero publicar, indecisão que prejudicava até mesmo o impulso criativo. Além disso, entre uma saga de Fantasia com certa quantidade de volumes e um romance de livro único, é recomendável que, primeiro, por questões editoriais e também de “autor de primeira viagem”, escreva-se uma obra fechada, para depois sonhar mais alto com uma saga. O Dracocídio era basicamente uma história para ser apresentada na internet, para angariar leitores, porém, mostrou-se muito custosa.
Felizmente, desde o ano passado, descobri o gosto pela escrita de contos e andei pensando: talvez seja melhor escrever contos em vez de uma “bookserie”. De fato, a escrita de contos é bem mais rápida (embora nada fácil) comparado ao Dracocidio. Por isso decidi que irei me dedicar um pouco mais a esse gênero narrativo, almejando inscrever-me em outros concursos e publicar alguns contos na Amazon.
Agora, livre dos prazos de uma bookserie, poderei me debruçar sobre o livro que ando escrevendo desde o o fim de 2014, embora não tenha progredido muito desde então. Sei que muitas pessoas me perguntam: “quando diabos você vai terminar seu livro?”, pois parece que todo mundo está publicando um romance, menos eu. Paciência, pessoal. Ou publico um livro bom, ou publico um livro foda (como sou otimista, exclui um livro merda). E a última opção demora, e não me importo. Em breve divulgarei informações sobre esse livro, para todos poderem acompanhar curiosidades e bastidores de sua criação.
Vocês poderão me acompanhar numa página que criei recentemente no facebook (https://www.facebook.com/escritorluizfernandoteodosio).  
Termino com essa imagen do anime/mangá Bakuman, onde o protagonista não hesita em jogar todos os seus rascunhos no rio, pois tem em mente de que precisa fazer algo muito melhor do que já tenha feito.

p.s: Meu conto "Você nunca soube", publicado na Amazon, pode ser baixado gratuitamente neste final de semana (25 e 26 de abril).

3 comentários

Autor
avatar

Como lguém que leu tuas histórias no velho Nyah, torço pra que tenha sucesso! E espero ver o talento que tu mostrava em Mundo Sombrio nos seus contos e futuros livros.

Balas
Autor
avatar

Muito obrigado sr. anônimo e leitor de Mundo Sombrio. É gratificante saber que é um leitor desse antigo projeto (bons tempos de Nyah). Embora eu não saiba quem é você (rs), agradeço muito o incentivo. Ainda este ano, principalmente no segundo semestre, trarei novidades.

Abraços.

Balas
Autor
avatar

Qual sua opinião sobre GrimDark Fantasy (Game of Thrones, The Blade Itself, Half a King)?

Balas